DICAS PARA PLANEJAR UMA VIAGEM BARATA

dias para uma viagem barata

Antes de mais nada, para planejar uma viagem barata, você precisa ter em mente:

  • Quanto você pode investir na viagem (por mais que seja uma viagem barata, gerará gastos);
  • Qual a duração e época da sua viagem (saiba quais são os meses mais baratos para viajar);
  • Se você quer fazer uma viagem nacional ou internacional (quais são os gastos extras de uma viagem internacional?)
  • Se você tem companhia (para dividir as despesas da viagem)

Estes 4 fatores vão influenciar diretamente no seu planejamento, principalmente no orçamento para a sua viagem.

Aqui vão alguns exemplos de viagens que eu fiz, todas com a mesma ideia de “viagem barata”, ou seja, ficando em hostels ou hotéis econômicos, comprando passagens aéreas promocionais e comendo Mc Donalds quando necessário. Ah, e todas essas viagens foram feitas em 2 pessoas, mas os valores referem-se ao gasto total, por pessoa, incluindo tudo – passagens, hospedagem, transporte, alimentação e passeios)

  • Já fiz um mochilão de 15 dias pela Europa gastando R$5 mil.
  • Já fiquei 7 dias em Barcelona, gastando R$3 mil.

 

Estou indo para o Chile no final do mês, em 4 pessoas, e até agora, os gastos com passagens e hotel foram de R$1500 por pessoa. No meu planejamento, os gastos com passeios, transporte e alimentação vão somar mais R$1 mil por pessoa, para 7 dias. (Veja o planejamento para a viagem ao Chile aqui)

 

Por que eu te contei tudo isso? Pra ostentar? Não. Pra te animar a começar o planejamento da SUA próxima viagem! Porque se alguém tivesse me mostrado valores reais antes, eu teria começado a minha vida de viajante independente há muito mais tempo.

Aposto que você desiste da ideia de viajar ao ver os preços dos pacotes de viagem nas agências de turismo por aí, não é? Eu também desistia com aqueles preços. Mas insisto em dizer, em quase todos os artigos deste blog, que a minha missão é mostrar pra todo mundo que viajar é mais fácil do que parece e que viajar barato é possível!

 

Aproveite, e baixe nosso e-book para aprender um pouco mais sobre como viajar barato em 7 simples passos: DOWNLOAD E-BOOK

Banner eBook

 

Agora vamos à explicação dos tópicos que citei lá em cima, afinal, por que eles são tão importantes para o planejamento da sua viagem barata?

 

QUANTO VOCÊ PODE INVESTIR NA SUA VIAGEM BARATA?

A regra número 1 para viajar barato é se planejar, portanto, se você está pensando em viajar, é bom que você tenha um dinheiro guardado para este fim. Não precisa ser muito, pelos valores que mostrei das minhas viagens, dá pra ter uma noção do quanto.

Se você não tem o valor total para a viagem no banco, não se preocupe, porque o que mais pesa no orçamento da viagem são as passagens aéreas e estas podem ser parceladas no cartão de crédito bem antes da sua vagem.

Sugiro aqui que você comece a planejar sua viagem com pelo menos 6 meses de antecedência, pois as passagens podem ser parceladas sem juros em até 6 vezes, assim quando o dia da viagem chegar, você já terá terminado de pagar as passagens (planejamento!).

Passagens internacionais custam em média 1500 reais (numa boa promoção, pros Estados Unidos, por exemplo), portanto você precisa ter um limite de uns 2 mil reais no cartão de crédito.

 

QUAL A DURAÇÃO E ÉPOCA DA SUA VIAGEM

É óbvio que quanto mais dias de viagem, maior será o seu gasto com hospedagem (embora alguns hotéis trabalhem com promoções do tipo: ganhei 1 diária a cada 5 diárias pagas). Por outro lado, as passagens aéreas tendem a ser mais baratas quando há um espaço maior entre as datas de ida e volta – via de regra, tente ficar pelo menos 7 dias (isso tem funcionado bem pra mim).

Com relação à época da sua viagem, é aquela velha história de alta e baixa temporada. A dica é: sempre que possível, viaje na baixa temporada – tudo é mais barato e a muvuca é bem menor!

Baixa temporada significa não viajar nas férias de julho, dezembro, janeiro e feriados. Os melhores meses são março/ abril no primeiro semestre, e outubro/ novembro no segundo semestre.

cropped-cropped-dsc00320.jpg

SE VOCÊ QUER FAZER UMA VIAGEM NACIONAL OU INTERNACIONAL

Sempre ouvi pessoas falando o seguinte: “Tá mais barato ir pros Estados Unidos do que pro Nordeste” – só que as pessoas ficam em resorts no Nordeste e em albergues nos Estados Unidos, aí é claro que vai ser mais barato, né? Tá, e isso era antes do dólar custar R$3,20 também, então eu reforço ainda mais a minha teoria de que NÃO, viajar pros Estados Unidos não é mais barato do que viajar pro Nordeste, isso se você ficar em hotéis e não resorts.

Se o seu orçamento está apertado, sugiro começar pelas viagens nacionais, assim você evitará custos com câmbio, seguro viagem, passaporte, visto, etc. – lembrando que para viagens à Europa, não é preciso ter visto, mas precisa do passaporte e do seguro viagem, e para viagens pela América do Sul (somente países que fazem parte do Mercosul) não precisa de visto e nem de passaporte, por isso a América do Sul se torna uma ótima opção para os iniciantes nas viagens independentes que querem começar a se aventurar pelos destinos internacionais, gastando pouco! Argentina e Chile são os destinos preferidos dos brasileiros na América do Sul.

Outra vantangem das viagens nacionais é que no aperto, se acabar o dinheiro, é mais fácil encontrar um caixa eletrônico pra sacar, ou então você pode usar o cartão de crédito sem peso na consciência – o que não acontece quando você usa o cartão no exterior e é taxado mais de 6% de IOF por transações internacionais.

O preço das passagens nacionais também é bem menor e as chances de você conseguir viajar com as milhas do seu cartão de crédito são bem maiores, afinal com 6 mil milhas você pode comprar um trecho nacional, enquanto que o trecho internacional custaria cerca de 30 mil milhas.

Ainda não sabe como acumular milhas com o cartão de crédito? Leia nosso artigo sobre Como Viajar com Milhas Aéreas.

 

SE VOCÊ TEM COMPANHIA

Ter companhia torna a sua viagem muito mais divertida, não só pelo fato de ter alguém pra tirar fotos suas em frente aos pontos turísticos famosos, até mesmo porque agora tem o pau de selfie, né? Mas ter uma companhia é ter alguém pra dividir as alegrias e as inseguranças de uma viagem – e rir dos perrengues que passaram juntos depois.

Uma companhia serve também pra dividir o quarto do hotel e economizar na hospedagem! Quartos quádruplos são bem mais baratos que quartos duplos e mais baratos ainda que os quartos individuais.

No caso da minha viagem ao Chile (que está chegando!!!), vamos em 2 casais. Alugamos um apartamento (que é muito comum no Chile para hospedagem, são chamados de apart hotéis) com cozinha equipada, sala de estar e 2 quartos, assim vamos economizar 50% em relação a um hotel convencional e não vamos ter que dividir o quarto.

Quando se viaja em casal com mais um casal, o transporte pela cidade se torna mais econômico também, pela possibilidade de se dividir o táxi.

Em viagens para o Nordeste, por exemplo, onde são bem comuns os passeios de buggy, o valor dos passeios é cobrado “por buggy”, ou seja, se forem 4 pessoas, o valor será menor do que se forem apenas duas. De novo um exemplo de que viajar acompanhado gera mais economia e diversão.

viagem barata em natal

Arrumar uma companhia é o jeito mais divertido de finalmente tirar do papel a sua viagem barata!

 

Deu pra perceber que fazer uma viagem barata não significa perder em qualidade e nem passar fome, né? Basta planejar bem e com antecedência!

E aí, deu uma animada? Então comece a planejar sua viagem barata o quanto antes e qualquer dúvida, estou disponível através do e-mail contato@aprendaaviajarbarato.com.br

viajarbarato

Leia mais sobre planejamento para uma viagem barata:

 

Sites úteis para planejar sua viagem barata:

 

Comments Closed